II CINE HORROR: O Cinema de Gurcius Gewdner

 
Nascido em 1982, Gurcius Gewdner é reconhecido por seu peculiar trabalho como diretor, montador, músico e artista visual, tendo liderado e participado de alguns dos mais absurdos, dementes e alucinantes projetos artísticos e cinematográficos dos últimos 15 anos produzidos em terras tupiniquins.

Trabalhos como diretor e produtor já fizeram parte de festivais como Rotterdan, Sitges, Tiradentes, Fantaspoa, MFL, Cine Esquema Novo, Zinema Zombie Fest, Housecore Horror Fest, Mostra Internacional de SP, Curta Cinema e muitos outros.

Bom Dia Carlos (Brasil, 2015)
 

Sinopse: Carlos se vê perturbado por uma potente inquietude. Já seu analista está obcecado pela ideia de que deve eliminá-lo para salvar sua ilha, Florianópolis. A ilha é, por excelência, um território perturbado. Pedaço de terra desligado do continente ou território que emerge dos abalos advindos do centro do mundo: voltar a se integrar ao mar é o fantasma que ronda todas as ilhas. Existe, nessa relação tensa entre mar e ilha, uma oposição entre civilização e destruição, forma e informe, cultura e caos unidos em um carinhoso e escatológico tributo a Carlos Reichenbach, Dusan Makavejev,  Lucio Fulci e Andrzej Zulawski.


Filmografia Selecionada:

Nosferatum (2003)
O Triunvirato (2004)
Dia de Ano (2005)
Mamilos em Chamas(2008)
Eu Sou um Pequeno Panda (2008)
Freddy Breck Ballet(2010)
How to Irritate Hardcore Dandies (2011)
Erivaldo: A Mistic Astronaut(2012)
Almoço na Relva (2013)
Orgy of the Devil (co-director, 2013)
Bom Dia Carlos (2015)
Pazúcus – A Ilha do Desarrego (2017)


Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...