Mostra IVAN, O TERRIRVEL - O Cinema Transgressor de Ivan Cardoso


Mostra em Salvador presta homenagem ao gênio transgressor de Ivan Cardoso

Os principais longas e curtas-metragens do realizador brasileiro são atração na Sala Walter da Silveira, de 21 a 27 de setembro, sempre com entrada franca
"Ivan, o Terrirvel" é o nome do ciclo de filmes, em longa e curta-metragem, que resgata o cinema irreverente e provocativo do cineasta brasileiro Ivan Cardoso. Como explica o curador do evento, o arte-educador e designer, Valmar Oliveira", o título faz referência ao termo "Mestre do Terrir", que passou a designar a obra do realizador, sobretudo, a partir da década de 1980 com o lançamento de sucessos como "O Segredo da Múmia" e "As Sete Vampiras", que faziam uma releitura bem-humorada e divertida do gênero terror.
Mas, para Valmar, também é preciso resgatar o caráter iconoclasta e underground do diretor carioca. "É clara a associação da filmografia do Ivan com os gêneros, comédia e terror, principalmente; e sua predileção pela estética dos anos 1950, com algo de propositadamente kitsch, ligado aos chamados filme B, de baixo orçamento. Porém, não podemos esquecer que ele teve papel fundamental na cena 'udigrúdi" brasileira, no período da contracultura, com trabalhos em fotografia, artes plásticas e instalações que seriam incorporadas em suas obras no cinema", explica Valmar, citando o curta "H.O" (1979), presente na mostra, sobre o artista multimídia Hélio Oiticica, referência do Tropicalismo e parceiro artístico de Ivan.

O ciclo ainda reúne outros curtas sobre personalidades da cultura brasileira, como o sambista Moreira da Silva, o cineasta José Mojica Marins, conhecido pelo personagem já mítico de Zé do Caixão, entre outros. No entanto, além dos sucessos mencionados - aos quais se somam "O Escorpião Escarlate" e a antologia "A Marca do Terrir" - as grandes novidades da programação ficam por conta de duas obras inéditas em Salvador: o inclassificável "Um Lobisomem na Amazônia", com o lendário ator espanhol Paul Naschy; além do raro "Bacanal do Diabo e outras fitas proibidas", co-dirigido pelo cineasta e editor Gurcius Gewdner, que traz cenas e trechos de filmes inacabados de Ivan Cardoso, com destaque para uma sequência de cinema silencioso com a atriz Claudia Ohana, na qual seu amante fetichista pede para ela se sentar numa bacia de leite.
Homenagem - Outra homenagem que o evento presta é ao desenhista e roteirista Rubens Francisco Lucchetti, o RF Lucchetti, considerado o papa da "Pulp Fiction no Brasil" e habitual colaborador de Ivan Cardoso, quer na transposição de suas obras para o universo dos quadrinhos, quer na elaboração dos cartazes, sempre estilizados, dos seus filmes.

Realizado pela Pig Arts em parceria com o Gore Bahia e apoio da Diretoria de Audiovisual, da Fundação Cultural da Bahia (DIMAS/Funceb), a Mostra "Ivan, o Terrirvel - O cinema transgressor de Ivan Cardoso" acontece de 21 a 27 de setembro, com entrada franca, na Sala Walter da Silveira (subsolo da Biblioteca Pública dos Barris - próximo da Estação da Lapa).
Confira programação detalhada logo abaixo.
Maiores Informações: 3116-8124 ou pelo site www.dimas.ba.gov.br

Programação:

Entrada franca

Dia 21/09

16h e 18h30

Programa de curtas:

Nosferatu no Brasil (BRA, 1970)

Direção: Ivan Cardoso
Elenco: Torquato Neto, Daniel Más e Scarlet Moon.
Duração: 27 minutos
Classificação: 16 anos
Sinopse - Primeiro filme do diretor Ivan Cardoso, feito em super 8, que mostra um insólito Nosferatu (espécie de morto-vivo) em terras brasileiras. No papel, Torquato Neto desfila assustador pelas ruas do Rio de Janeiro.

Moreira da Silva (BRA, 1973)

Direção: Ivan Cardoso.
Duração: 10 minutos.
Documentário.
Classificação: 16 anos.
Sinopse - Documentário musical focalizando a figura ímpar do compositor e cantor Antonio Moreira da Silva, o popular Kid Morangueira, o inventor do samba de breque, que continua em plena forma de terno de linho branco e chapéu panamá, interpretando seus antigos sucessos em locais-cenários frequentados pela antiga malandragem como o Morro de São Carlos, o Hipódromo da Gávea, o Cinema íris, a gafieira Elite e outros que marcam a imagem do Rio de Janeiro como o Pão de Açúcar.

O universo de Mojica Marins (BRA, 1978)

Direção: Ivan Cardoso
Documentário
Duração: 26 minutos
Classificação: 16 anos
Sinopse - Documentário sobre a vida e a obra do ator, diretor e produtor paulista José Mojica Marins, penetrando em seu estúdio e mostrando o seu mundo: a origem de Zé do Caixão... O choque fascinante de um primitivo contra o cinema, em plena era de viagem à lua... A primeira religião cinematográfica: sua escola de arte dramática, especializada no sobrenatural. Confidências de um autor de terror sobre a sua luta (mais de quarenta filmes realizados).

H.O. (BRA, 1979)

Direção: Ivan Cardoso
Elenco: Caetano Veloso, Carlinhos do Pandeiro e Hélio Oiticica
Duração: 13 minutos
Experimental
Classificação: 16 anos.
Sinopse – Inspirado no Teatro Nô, focaliza a obra do artista plástico carioca Hélio Oiticica, com texto poético de Haroldo de campos.

Dia 22/09

16h e 18h30

As sete vampiras (Brasil, 1986)

Direção:Ivan Cardoso.
Elenco: Nicole Puzzi, Andréa Beltrão e Lucélia Santos.
Duração: 87minutos.
Classificação: 16 anos.
Sinopse - Rio de Janeiro, meados do século XX. O botânico Fred Rossi (Ariel Coelho) é atacado por uma planta carnívora, vinda da África. Silvia Rossi (Nicole Puzzi), sua amada esposa, ao tentar salvá-lo é mordida pela planta e transformada em uma espécie de vampiro. Após o acontecido Silvia é convidada por Rogério (John Herbert), um amigo dela, para se mudar para Petrópolis, para ajudá-lo a administrar uma casa noturna que está próxima da falência. Silvia elabora um show chamado "As Sete Vampiras", que é um misto de terror e erotismo. O show se torna um sucesso, a clientela aumenta na boate e, paralelamente, várias mortes começam a acontecer. Pacheco (Colé Santana), um atrapalhado auxiliar de delegacia que se faz passar por detetive da homicídio, começa a investigar o caso. Quando Rogério morre ao ser atacado por um vampiro, a amante dele, Ivete (Simone Carvalho), contrata Raimundo Marlou (Nuno Leal Maia), um desajeitado detetive particular. Ele, com sua secretária Maria (Andréa Beltrão), conduz a investigação, mas quando sua cliente é morta a situação fica bem complicada.

Dia 23/09

16h

Um Losisomem na Amazônia (Brasil, 2005)

Direção: Ivan Cardoso.
Elenco: Toni Tornado, Evandro Mesquita e Daniela Winits
Duração: 74 minutos
Classificação: 16 anos.
Sinopse - Natasha (Danielle Winits) é uma jovem que, juntamente com dois casais amigos, decide entrar na Amazônia para participar da cerimônia do Santo Daime, em uma aldeia da região. Eles contratam o experiente Beto Careca para guiá-los, mas em seu lugar aparece Jean Pierre (Evandro Mesquita), que alega ser amigo de Beto e diz estar substituindo-o devido a um acidente. No caminho todos estão entusiasmados, mesmo com a notícia de que estranhos assassinatos têm ocorrido na região. Os crimes vêm sendo investigados pelo delegado Barreto (Tony Tornado) e pelo professor Corman (Nuno Leal Maia), zoólogo que acredita que um animal feroz matou as pessoas. O que eles não sabem é que no interior da floresta vive o dr. Moreau (Paul Naschy), um médico nazista que está escondido e realiza experimentos bizarros, que estão diretamente relacionados com os assassinatos.

Dia 24/09

16h e 18h30

O escorpião escarlate (Brasil, 1993)

Direção: Ivan Cardoso.
Elenco: Andréa Beltrão, Herson Capri e Nuno Leal Maia
Duração: 90 minutos.
Classificação: 16 anos.
Sinopse - Através de uma ouvinte, a jovem desenhista de moda, Glória (Andréa Beltrão), os heróis radiofônicos ganham vida. A fantasia então, mistura-se com a realidade, transformando o cotidiano de todos.

Dia 25/09

16h e 18h30

A Marca do Terrir (BRA, 2005)

Direção: Ivan Cardoso.
Elenco: Gal Costa, Helena Lustosa e José Mojica Marins.
Duração: 80 minutos.
Classificação: 16 anos.
Sinopse- Retrospectiva autobiográfica da carreira do cineasta brasileiro Ivan Cardoso, realizada através da montagem e colagem de trechos de aproximadamente 25 filmes em Super 8 do diretor, que fizeram parte de uma série cinematográfica chamada “Quotidianas Kodak”, onde Cardoso criou o gênero "terrir" - uma mistura das comédias nacionais da época com os filmes B de terror americanos.

Dia 26/09

16h e 18h30

Sentença de Deus (BRA, 1972)

Direção: Ivan Cardoso
Elenco: Zé Português, Ricardo Horta, Ciça Afonso Pena e Cristiny Nazareth.
Duração: 15 minutos
Classificação: 16 anos
Sinopse - Nas palavras do próprio cineasta, "o filme de terror mais genuíno que fiz". Ivan Cardoso complementa: "O Sentença de Deus tem até uma cena de necrofilia com a Helena Lustosa. O Zé Português, depois de possuí-la em pleno velório, se castra, numa das cenas mais fortes do filme. E tem a famosa cena em que o Ricardo apaga um charuto no Zé Português – na época, essa cena adquiria um contexto de denúncia à tortura".

O Bacanal do Diabo e Outras Fitas Proibidas de Ivan Cardoso (BRA, 2013)

Direção: Ivan Cardoso e Gurcius Gewdner
Elenco: José Mojica Marins, Claudia Ohana, Jackson do Pandeiro e Wilson Grey
Duração: 62 minutos
Classificação: 16 anos
Sinopse - Parodiando o policial, o melodrama, o terror, o filme de aventuras e até o documentário patriótico, Cardoso mistura Egito com Copacabana, transforma Bob Dylan num garanhão entre ninfetas cariocas, ultrapassa as fronteiras do pornográfico expondo o corpo feminino num paroxismo cafajeste que acaba por fazer sua própria crítica. Tudo é faz-de-conta nesse compêndio criativo de um de nossos cineastas mais independentes e talentosos.

Dia 27/09

16h e 18h30

Segredo da Múmia (Brasil, 1982)

Direção: Ivan Cardoso.
Elenco: Regina Casé, Nina de Pádua e Evandro Mesquita.
Duração: 95 minutos.
Classificação: 16 anos.
Sinopse - Um cientista louco se torna recluso depois de ridicularizado ao anunciar que tinha inventado o Elixir da Vida. Porém, não disse a ninguém que conseguiu restituir a vida a seu fiel seguidor, Igor. Mas o professor não está completamente só. Seu assistente, Rodolfo, que o acompanha na maior descoberta arqueológica do século: a revelação da tumba da múmia Runamb. Ao mesmo tempo, que o professor vai descobrindo a história da múmia ao decifrar um papiro, Runamb rapta cobaias femininas para as novas experiências do cientista. Para ele, as mulheres, em condições adversas, se transformam em feras. Nas suas escapadas noturnas, Runamb acaba encontrando a repórter de rádio Miriam, a reencarnação de Nadja, sua amada de três milênios atrás. 
Informações: 

www.dimas.ba.gov.br/ (71) 3116-8124



Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...